Muito se fala a respeito da sustentabilidade, porém poucos compreendem de fato sua definição. O conceito de sustentabilidade surgiu apenas em 1972, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, e parte do pressuposto de que é possível atender às necessidades das gerações atuais sem comprometer as gerações futuras, garantindo simultaneamente o crescimento econômico, o respeito ao meio ambiente e o bem estar social. O uso sustentável de florestas e diversos outros recursos terrestres é um assunto que se mostra em voga mais que nunca e de fato, se trata de uma urgência inquestionável. Mas é preciso também direcionar nossa atenção a lugares que são muito menos conhecidos e vistos por nós, os oceanos. A associação de que no mar existe quase uma infinitude de vida é um conceito enraizado na sociedade, afinal, mais de 70% da superfície do planeta Terra é água salgada, o que se comparado a outros ambientes e ecossistemas, há uma significativa vantagem, e é justamente aí que mora o perigo. Uso insustentável dos oceanos

Uops....

Esse conteúdo é exclusivo para membros do Gear Tips Club. Para ler mais:

Seja Membro

Avatar photo
Marina Mascarenhas

Bióloga e instrutora de mergulho apaixonada pelo mundo subaquático. Desde 2015, mergulhando em incríveis experiências nacionais e internacionais explorando lugares como Fernando de Noronha e Tailândia. Defensora da sustentabilidade e educação ambiental, ministra palestras em escolas e faculdades, promove workshops e cursos sobre ecologia marinha, mergulho científico e preservação. Apesar de imersa nos oceanos, participou também de expedições com a equipe da UFRJ no Parque Nacional do Itatiaia com pesquisadores botânicos e entomologistas em trabalhos de campo. Atualmente mestranda no programa de biologia marinha da Universidade Federal Fluminense - UFF.

Textos publicados: 2